jueves, 20 de febrero de 2014

Relevo da região de Castelo Branco



Castelo Branco, capital de distrito, localiza-se na Beira Baixa, na Região Centro (NUT II), e na Beira Interior Sul (NUT III).

O distrito de Castelo Branco, com uma superfície de 6617 km2, é limitado pela Espanha a leste e a sudeste, e pelos distritos de Portalegre a sul, de Santarém a sudoeste, de Leiria a oeste, de Coimbra a noroeste e da Guarda a norte.


Localização do distrito de Castelo Branco

Principais serras e rios

O relevo do distrito é bastante acidentado, em especial na sua parte norte, onde se encontram as serra da Estrela, da Gardunha, de Alvelos, do Muradal e da Malcata.




Serra da Estrela


Serra da Gardunha


Serra de Alvelos


Serra do Muradal


Serra da Malcata

Na parte meridional é possível ver áreas planálticas, interrompidas pelos vales encaixados de vários afluentes da margem direita do Tejo, como os rios Erges, Ponsul, Ocreza e Zêzere.


Rio Tejo


Rio Erges


Rio Ponsul


Rio Ocreza


Rio Zêzere

Exemplos de formas resultantes de processos de erosão

Quando, nos processos de erosão, se encontram rochas mais resistentes formam-se afloramentos rochosos que se destacam na paisagem. Disso é exemplo Monsanto e Penha Garcia.


Monsanto


Penha Garcia

Os rios Ponsul e Tejo, apresentam vales encaixados em formações rochosas de grande dureza, mais resistentes à erosão por eles provocada.


Vale do Ponsul na Barragem de Idanha-a-Nova


Vale do Rio Tejo “Portas de Rodão”


Rodrigo Carita e Ricardo Nunes, 7.º B - FV

1 comentario:

  1. A ponte sobre o rio Erges é de origem romana. Por ali passava a via romana que ligava Mérida, Cáceres, Idanha-a-Velha, Viseu, Braga e depois a região da Galiza.
    Este rio marca a fronteira entre Portugal e Espanha, em grande parte do seu percurso. O marco branco que se vê a meio da ponte é precisamente o sinal da fronteira.

    ResponderEliminar