jueves, 27 de febrero de 2014

O Bordado de Castelo Branco


As colchas de Castelo Branco


Diálogo entre o Rodrigo Carita e sua avó que faz bordado de Castelo Branco

Rodrigo: Que linha é usada para o bordado de Castelo Branco?
Avó: Seda.
Rodrigo: E o pano base, é feito de que materiais?
Avó: É feito de linho.
Rodrigo: Qual a simbologia dos desenhos, por exemplo?
Avó: O cravo simboliza o homem e a flor simboliza a mulher.
Rodrigo: Que tipo de quadros se podem fazer com o bordado de Castelo Branco?
Avó: Podem fazer-se vários: albarradas, relógios, árvores da vida e cada um tem uma simbologia. A árvore da Vida, a águia bicéfala.
Rodrigo: Quanto tempo em média demora a fazer um bordado?
Avó: Depende, se o bordado é grande ou pequeno. Mas fazendo 2 horas por dia, um relógio por exemplo demora 8 dias.
Rodrigo: Então, uma colcha demorará….
Avó: Anos, no entanto várias pessoas, cerca de 8 horas por dia, meses.
Rodrigo: Onde vai buscar os desenhos?
Avó: A professora fornece os desenhos e tiram-se fotocópias.
Rodrigo: Como se procede a elaboração de um bordado?
Avó: Das fotocópias, decalcamos os riscos para papel vegetal, do papel vegetal para o papel químico, e do químico para o pano.
Rodrigo: Onde aprendeu?
Avó: Em Castelo Branco.
Rodrigo: Mas foi em algum curso?
Avó: Foi, foi num curso mas ultimamente tenho andado numa senhora particular, uma professora

História e simbologia das colchas de Castelo Branco

A origem destas colchas remonta ao período dos Descobrimentos com a importação de colchas chinesas e indo-europeias.
A sua produção, em Portugal, iniciou-se nos finais do séc. XVII, depois caiu no esquecimento no séc. XIX. Foi no séc. XX que, em Castelo Branco, se retomou este bordado, por isso se chama de “Castelo Branco”.
São colchas de noivado, feitas para servirem de coberta à cama no dia do casamento. São bordadas a seda natural sobre linho caseiro e rematadas com uma franja em seda. A decoração, com motivos vegetalistas e animalistas: ramos, pássaros e cravos estilizados, é vulgarmente bastante colorida e tem um valor estético e simbólico que lhes confere uma inegável beleza. O simbolismo relaciona-se com o Amor, a Virilidade, a União, a Felicidade, justificando, assim, o seu uso no dia do casamento.
Conhecidas e apreciadas no País e no estrangeiro, são produzidas na escola-oficina de bordados regionais que teve origem no museu Tavares Proença.

Imagens relacionados com o processo de confeção das colchas de Castelo Branco


Carrinhos de seda natural (bichos da seda)


Bastidor onde se bordam as colchas


Bordadeiras


Pormenor de um símbolo característico e pontos utilizados na técnica do bordado


Colcha de Castelo Branco

São tão apreciados os motivos dos bordados de Castelo Branco que são reproduzidos quer nas calçadas, quer em fachadas de prédios. 


Fachada de prédio adornada com os motivos do bordado de Castelo Branco


Calçada com motivos do bordado de Castelo Branco

Rodrigo Carita, 7.º B - FV

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada